[Artigo: Roteiro de Casamento]

Oi, meninas!

Quanto tempo, né? Andei sumida, mas hoje volto pra falar de um assunto que várias noivinhas nos perguntam nas mensagens:

Existe um roteiro de casamento que eu deva seguir?

Bom, a verdade é que se você tem um cerimonial para o dia do seu casamento, é ele quem vai te orientar sobre os eventos que costumam acontecer – e em qual ordem, exatamente –, até para que você e seu noivo possam se preparar, e mesmo avaliar se desejam mantê-los (como as dezenas de fotos em família, ou o tradicional cumprimento de mesa em mesa).

Existe um roteiro tradicional, claro, mas não uma regra. Muitos casais optam por adaptá-lo de acordo com pequenos desejos para deixar a festa com um toque pessoal, e até mais dinâmica. Com bom senso, tudo vale!

Meeesmo assim é importante, SIM, ter um roteiro como base para te ajudar a não se perder enquanto a festa estiver rolando. Lembre-se: são poucas horas de evento, muitos momentos importantes para acontecer, um mundo de emoções, amigos e família querendo te abraçar e dar os parabéns. Você não quer ver a sua festa indo embora sem fazer tudo o que planejou, certo?!

Então vem ver 😉

Roteiro de casamento: a ordem das coisas

Aqui uma palinha dos ‘momentos-chave’, em sequência, baseada no roteiro de um casamento clássico.

Os convidados
Terminada sua cerimônia, é hora de seus convidados se encaminharem à recepção. Eles vão se acomodar, enquanto o coquetel começa a ser servido. Enquanto isso, você e seu noivo estão tirando fotos (ou fazendo uma boquinha antes da festa, rs!).

Entrada dos noivos
A chegada de vocês (enfim, casados <3) pode ser ou não anunciada pelo cerimonial. É um momento importante e aguardado, embalado pela música que escolheram. Afinal, por mais que seus convidados já os tenham visto na cerimônia, receber vocês na festa é diferente e especial.

Roteiro de casamento

Roteiro de casamento: eu e Ricardo (pouco nervosos!) na chegada à festa! (crédito: Fábio Calderaro)

Fotos
É o que vocês terão de registro, então, sim, vale o esforcinho! Momento dedicado às fotos clássicas dos noivos – cortando o bolo, fazendo o brinde –, seguido de uma rápida rodada de fotos em família e com os amigos mais próximos na mesa do bolo.

Dança
Opa! Essa é a esperada hora da valsa ou dança do casal, que vai abrir a pista de dança (caso tenham uma). Se houver performance ensaiada, pela noiva ou noivo/padrinhos, entra aí também.

Cumprimentos
Em seguida, começam os cumprimentos de mesa em mesa, bastante comum nos casamentos tradicionais. Dependendo do número de convidados, a dica é privilegiar o cumprimento aos idosos, e deixar os mais jovens para a pista de dança.

Gravata
É o momento (não oficial!) em que os padrinhos vão de mesa em mesa distribuindo pedacinhos cortados da gravata do noivo em troca de uma ‘contribuição’ para a lua de mel. Segue a dica do bom senso, já que a maior parte de seus convidados já fez um considerável investimento ao presenteá-lo, e mesmo comparecendo à sua festa.

Buquê
É aquele momento divertido e aguardado pelas amigas que ainda estão solteiras! Costuma ser jogado mais para o fim da festa, assim que o bolo é servido.

Roteiro de casamento

Roteiro de casamento: meu buquê de rosas chá (crédito: Fábio Calderado)

Lembrancinhas
As lembrancinhas, ou bem-casados, são entregues ao fim da festa, geralmente pela cerimonialista, ou podem ser deixados sobre uma mesa para serem escolhidos pelos convidados – o que vai depender do seu tipo de festa, é claro.

Roteiro de casamento: quem faz o quê?

Se teve algo que aprendi com minha festa de casamento foi a valorizar a figura do cerimonialista. Já falei da minha aqui (a Joice, neste post especial sobre o assunto), e de como tê-la conduzindo tudo me ajudou imensamente!

Ter cada ‘parte’ da festa bem definida fez com que ela rendesse e eu pudesse aproveitar com meu noivo todos os momentos, sem nada que nos preocupasse ou aborrecesse – nem a meus pais, padrinhos e familiares.

Essa é uma dica importante: o dia do seu casamento é para você – e sua família – curtirem tudo o que passaram seus últimos meses preparando. Não é o caso de pedir para seu pai cuidar das bebidas, sua madrinha distribuir as lembranças, sua mãe marcar a hora de jogar o buquê. Todos estarão envolvidos com outras emoções – sobretudo você e seu noivo.

Delegar as funções nesse dia, portanto, vale muuuito a pena!

Roteiro de casamento

Roteiro de casamento: nosso brinde <3 (crédito: Fábio Calderaro)


Roteiro de casamento: dicas e + dicas!

Pra fechar, separei quatro dicas rapidinhas pra complementar o seu roteiro. Anotaí!

. Afinal, cumprimentar ou não todos os seus convidados de mesa em mesa? Eu cheguei a considerar cumprimentar todos, mas os profissionais que nos orientavam deram a dica de incluir os familiares mais próximos nas fotos com o bolo, e ir passeando de mesa em mesa já durante a festa, com a pista rolando. Deu super certo pra gente, conseguimos falar com todos, mas requer disciplina, rs!

. Entre a cerimônia e a chegada dos noivos à festa, costuma rolar uma rápida sessão de fotos do casal. Combine com seu fotógrafo a duração dessas fotos, assim vocês não deixam seus convidados esperando muito tempo.

. É bacana que as fotos formais com os convidados, que vão entrar no álbum, sejam tiradas mais pro começo da festa, quando vocês ainda estarão ‘arrumados’, a maquiagem ok, o noivo de terno, etc. Depois que a pista começa, isso fica bem mais difícil!

. O que quer que queira inovar, lembre-se de alinhar antes com seu cerimonialista ou demais profissionais envolvidos. Não duvide: a festa passa muuuito rápido!, e tudo o que não estiver no roteiro corre o risco de ser esquecido.

E aí, noivinha? Gostou das dicas? Tem mais alguma dúvida?

Aproveita pra saber como planejar sua festa sem erros 🙂

Até o próximo post!

Carol

Carol

Casadinha com Ricardo, tem 28 anos, mora no Rio de Janeiro, é jornalista e escritora nas horas vagas – e, claro, apaixonada por assuntos inspiradores, como sonhos e casamentos! Descobriu que ser noiva é ser muitas numa só, se apaixonar todos os dias, trocar ideias e desafios! Espera te ajudar com as experiências que passou - e aprendeu - do noivado ao grande dia 😉
Carol